Núcleo de Estudos Aplicados à Gestão Integrada de Operações

 

O NEAGIO (Núcleo de Estudos Aplicados à Gestão Integrada de Operações) visa implementar, abrigar, desenvolver e consolidar linhas e/ou grupos de pesquisa sobre os temas relacionados a: logística; gestão da cadeia de suprimentos; práticas operacionais e desenvolvimento de competências; gestão e inovação de projetos, produtos e ciclo de vida; melhoria contínua; pesquisa operacional; e outros pertinentes. Além disso, visa desenvolver projetos de ensino, pesquisa e extensão como forma de divulgação, integração e aproximação da FAGEN e da UFU com empresas, órgãos públicos, organizações não-governamentais e do terceiro setor, atuando local, nacional e internacionalmente.

Linhas de Pesquisa

a) Práticas operacionais e desenvolvimento de competências: estudar e avaliar as rotinas e as práticas operacionais mais comumente utilizadas nas áreas de manufatura e de prestação de serviços, bem como o reconhecimento de competências e habilidades internas que possam lhes proporcionar uma vantagem competitiva sustentável. Nesse contexto, pretende-se gerar conhecimentos em relação à implementação das rotinas e práticas operacionais, ao desenvolvimento das competências, ao processo de identificação das melhores práticas e da determinação do benchmarking. Como escopo do estudo, citam-se: TQM – (Total Quality Management), certificações ISO e outras certificações da qualidade, terceirizações de serviços, políticas de Just in time (JIT) e operações enxutas, de atendimento ao cliente, de liderança e, também, de rotinas para atendimento de padrões socioambientais.

b) Logística: pesquisar o “estado da arte” no campo da logística empresarial e governamental, o pensamento revolucionário bem como as tendências, incluindo todas as atividades e processos relacionados, tais como: gestão de suprimentos; recebimento; transporte interno e externo de materiais; gestão de estoques; sistemas para controle de estoques; equipamentos de movimentação interna e externa de armazenagem; distribuição física; logística internacional; logística urbana; e o entendimento da integração desses componentes. Também, pretende-se compreender a extensão e a importância dos canais de distribuição reversos, suas principais características, as diversas possibilidades de retorno dos bens ao ciclo produtivo e ao ciclo de negócios. Envolve estudos relacionados ao retorno e à revalorização dos diversos tipos de bens industriais de utilidade, examinando a organização empresarial dos canais de distribuição reversos e as diferentes etapas que caracterizam o retorno dos bens de pós-consumo e de pós-venda, evidenciando a importância da economia reversa atual e o seu potencial. Além disso, analisa a logística reversa como uma ferramenta capaz de subsidiar ações relacionadas às dimensões do desenvolvimento sustentável.

 c) Gestão da cadeia de suprimentos: pesquisar e estudar todas as atividades e processos relacionados, tais como: relacionamento entre membros da cadeia de suprimentos; alianças estratégicas; estratégias de abastecimento; estratégias de localização; eficiência operacional global da cadeia de suprimentos; integração estratégica, de informações e de processos na cadeia de suprimentos; avaliação de desempenho na cadeia de suprimentos; gestão de risco em cadeias de suprimentos; dimensões da flexibilidade relacionadas à cadeia de suprimentos; cadeias de suprimentos sustentáveis; e gestão da sustentabilidade da cadeia de suprimentos; entre outros.

d) Gestão e inovação de projetos, produtos e ciclo de vida: inclui gestão da inovação; gestão de projetos de desenvolvimento de produtos; gestão de Product Service System (PSS); tecnologias e serviços centrados no usuário; gestão do ciclo de vida - Life Cycle Management (LCM); gestão de processos - Business Process Management (BPM); gestão de transferência tecnologia-produto e gestão do conhecimento; entre outros.

e) Melhoria contínua: inclui análise e implantação da estratégia de Operações e sua interligação com outras áreas e com a estratégia corporativa; mapeamento da cadeia e do fluxo de valor; gerenciamento por processos; formulação de procedimentos e /ou planos para manutenção e/ou melhoria de resultados; medição de desempenho; desdobramento de indicadores e metas; estabelecimento, sistematização e acompanhamento de resultados organizacionais; utilização e aplicação de métodos e ferramentas da Qualidade, dentre outros.

 f) Pesquisa operacional: aplicar métodos determinísticos e probabilísticos de apoio à tomada de decisão para aplicação nos níveis estratégico, tático e operacional das organizações.

 

Coordenador(a):